Dicas do Seguro Auto: Segurança na chegada à escola

Dicas do Seguro Auto: Segurança na chegada à escola

Muitas pessoas já evitam passar perto de escolas em horários de entrada e saída de alunos, afinal, o número de veículos nas ruas aumenta em 20% em relação aos períodos sem aulas (dados da Companhia de Engenharia de Tráfego, em São Paulo). Mas muitas mamães não conseguem evitar, afinal, precisam levar e buscar seus pimpolhos da escola – e grande número de veículos gera tumulto e facilita ações de criminosos. Como garantir a segurança da família e evitar assaltos nesses momentos?

De acordo com o especialista em segurança pública e privada Jorge Lordello, no período de aulas os riscos de assaltos a motoristas são maiores. “Na hora de buscar e entregar o filho na escola o local fica muito tumultuado, vira um evento social, e favorece a ação do marginal”, comenta. Segundo ele, isso acontece por dois motivos: ou a motorista está com pressa e para o veículo em situação irregular e perigosa ou a pressa não existe e ela acaba perdendo tempo conversando com outros pais. “Nós, que trabalhamos na área de segurança, entendemos que a retirada do filho do colégio deve ser algo rápido e buscando segurança, nada mais”, afirma.

Dicas

Lordello comenta que as atitudes para garantir a segurança vão depender da formatação do colégio. “Tudo depende da estrutura física da escola – já vi casos em que a mãe pode entrar com o carro por um portão, deixar o filho e sair por outro”, conta. Mas, quando a escola não oferece essa possibilidade a dica do especialista é tentar fugir dos horários mais críticos. “Se você se antecipar, consegue chegar um pouco mais cedo, parar o veículo em frente ao colégio para seu filho descer e já entrar, com segurança para todos”, ensina.

Outra opção (válida principalmente para mães de crianças menores) é estacionar o carro com segurança, levá-lo até a porta e retornar ao veículo. “Nunca uma pessoa deve ficar dentro do carro esperando – seja a mãe esperando o filho estudante ou um familiar, esperando a mãe buscar a criança”, alerta Lordello. “Isso é um ímã para assaltantes – carro parado deve ficar trancado e fechado”, salienta.

Ele também sinaliza que o horário de saída da escola exige planejamento, principalmente para que a criança não fique conversando com colegas enquanto a mãe espera em situação de risco dentro do carro. “Uma dica é que o filho possua um celular e que haja um combinado entre a mãe e o filho para que esse não se atrase na saída”, orienta.

Em caso de abordagem

Caso a mãe seja abordada, deve manter a calma e não reagir. “Muitas mães têm medo de que o ladrão leve seu carro com a criança no banco de trás”, comenta o especialista. “A indicação é que, com calma, a mãe explique ao marginal que seu filho está no banco de trás do automóvel e peça autorização para retirar a criança”, ensina. “O ladrão sabe que se ele levar o carro com a criança seus problemas serão maiores, mas a mãe não pode se desesperar, reagir ou fazer movimentos bruscos”, alerta.

Em pesquisas, Lordello identificou que a maior parte das mulheres perde o controle em situações de assalto – investem contra o criminoso ou gritam. “Isso é jogar gasolina no fogo, porque o assaltante sempre está mais nervoso do que a vítima”, detalha. “O segredo é manter a calma e pensar na segurança”, aconselha.

Repassando o conhecimento

“Eu sempre digo aos pais que, a partir do momento em que a criança começa a compreender as coisas, precisa ser ensinada a não se envolver em acidentes”, explica Lordello. “A mãe deve ensinar a seu filho que existem perigos, sim, porém podemos minimizar os riscos. É doutrinar e educar desde cedo”, orienta.

A vida é um grande espetáculo e para protagoniza-lo com dignidade precisamos nos sentir protegidos. E esta proteção começa individualmente, passando pela nossa própria vida, nossa saúde, nosso futuro, nossa família e nosso patrimônio para que possamos viver intensamente cada ciclo da vida. Por isso, a proteção passa a ser a grande necessidade das pessoas neste século, marcado por acontecimentos imprevisíveis.  E proteger as pessoas e seus patrimônios é justamente a missão da maior seguradora do Brasil: a Bradesco Seguros.

Fundada há 78 anos, e atenta a diversas necessidades, atua nos ramos de Automóveis, Ramos Elementares, Seguro Saúde, Capitalização, Seguros de Vida e Previdência Complementar.

Ao longo de sua história a Bradesco Seguros, vem trilhando uma trajetória marcada por um sólido crescimento e pleno sucesso. Com uma ampla estrutura de proteção em todo o território nacional, oferece a seus quase 42 milhões de clientes uma moderna estrutura de atendimento por meio de suas Centrais de Atendimento Telefônico, Internet, 374 dependências próprias e 42 mil corretores ativos, além de contar com a rede de mais de 4,6 mil agências do Banco Bradesco.

A Bradesco Seguros também foi pioneira em seu segmento na implantação de uma Ouvidoria de Clientes. Um canal de comunicação, com o objetivo de solucionar eventuais problemas de atendimento. Uma estrutura que funciona dentro dos mais rigorosos padrões de qualidade.

Diferenciais que consolidam cada vez mais a marca do Grupo Bradesco de Seguros no mercado brasileiro.

Uma marca construída a partir do resultado de suas quatro seguradoras.

Dicas do Seguro Auto: Segurança na chegada à escola
Rolar para o topo
error: Content is protected !!
×

olá!

clique em um dos nossos representantes abaixo para conversar no WhatsApp ou envie-nos um e-mail para corretora@claroseguros.com.br

× Posso ajudar?