Dicas do seguro Auto: pecados contra o pneu

Dicas do seguro Auto: pecados contra o pneu

Manter os pneus em dia é uma condição primordial para o bom desempenho do automóvel e também para a segurança de seus ocupantes. Mas existem certas atitudes que são verdadeiros pecados contra o pneu: comprometem a eficiência e a boa direção. Saiba o que você deve evitar, o que não deve fazer nunca e mantenha seus pneus sempre em dia.

Calibragem correta

É preciso checar a pressão dos pneus e do estepe uma vez por semana. Se a calibragem não for precisa, a área de contato do pneu com o solo será irregular – o que irá acelerar o desgaste da borracha. De acordo com a Goodyear, eles devem ser calibrados sempre frios – o que garante uma maior precisão na pressão interna. E como saber a pressão correta? Isso é um item determinado pela montadora do veículo – confira o manual do proprietário.

Sulcos

Quando o pneu apresenta um desgaste maior do que o recomendado, corre o risco de estourar, o veículo fica instável (principalmente em pistas molhadas) e precisa de uma distância maior para frear. Para verificar o momento em que o pneu está gasto é simples: quando os sulcos apresentam uma profundidade menor que 1,6 mm é hora de trocá-los.

E não adianta “riscar” os pneus para aumentar a vida útil. Os pneus são projetados para serem utilizados até o limite do Tread Wear Indicator, que indica o desgaste da banda de rodagem. Ou seja, não são apenas os frisos que garantem a segurança e sim a borracha como um todo. Pneu desgastado não é seguro!

Outros cuidados

Além da troca de pneus sempre que necessário, é preciso que a geometria esteja em dia para garantir um consumo regular do pneu e evitar o desgaste prematuro. A suspensão deve estar em boas condições, bem como o alinhamento de acordo com as especificações do fabricante.

Segundo a Goodyear, qualquer alteração que ocorra nas especificações de alinhamento (seja por impacto, trepidação, compressão lateral ou desgaste dos componentes da suspensão) pode comprometer o bom comportamento do veículo ou provocar um desgaste irregular e prematuro da banda de rodagem. “Pneus que ‘cantam’ nas curvas e volantes que teimam em permanecer tortos nas retas podem ser sintomas de desalinhamento”, recomenda a empresa.

O rodízio de também é importante, porque permite um desgaste homogêneo dos quatro pneus. Ele deve ser feito a cada cinco mil quilômetros rodados.

Confira abaixo hábitos ao dirigir que evitam o desgaste excessivo dos pneus:

– Evite dirigir em alta velocidade. A alta velocidade propicia um flexionamento excessivo da carcaça, o que provoca um superaquecimento dos pneus, acelerando o desgaste da banda de rodagem.

– Não faça curvas em alta velocidade. Esse hábito força o arrasto dos pneus e origina um desgaste maior na área do ombro.

– Não arranque ou freie bruscamente. Essa prática favorece o aparecimento de um desgaste irregular e acelerado da banda de rodagem do pneu.

– Não suba ou desça das guias da calçada, em acostamentos ou outros desníveis com severidade. Esse hábito pode causar cortes e arrancamentos da banda de rodagem e quebras nos cordonéis da carcaça, resultando em separações e até estouros.

– Evite raspar os pneus no meio fio. O atrito violento ou repetido entre o costado do pneu (que é a área de flexionamento e a mais delgada da estrutura do pneu) e o meio-fio pode provocar separações e arrancamentos nessa área.

A vida é um grande espetáculo e para protagoniza-lo com dignidade precisamos nos sentir protegidos. E esta proteção começa individualmente, passando pela nossa própria vida, nossa saúde, nosso futuro, nossa família e nosso patrimônio para que possamos viver intensamente cada ciclo da vida. Por isso, a proteção passa a ser a grande necessidade das pessoas neste século, marcado por acontecimentos imprevisíveis.  E proteger as pessoas e seus patrimônios é justamente a missão da maior seguradora do Brasil: a Bradesco Seguros.

Fundada há 78 anos, e atenta a diversas necessidades, atua nos ramos de Automóveis, Ramos Elementares, Seguro Saúde, Capitalização, Seguros de Vida e Previdência Complementar.

Ao longo de sua história a Bradesco Seguros, vem trilhando uma trajetória marcada por um sólido crescimento e pleno sucesso. Com uma ampla estrutura de proteção em todo o território nacional, oferece a seus quase 42 milhões de clientes uma moderna estrutura de atendimento por meio de suas Centrais de Atendimento Telefônico, Internet, 374 dependências próprias e 42 mil corretores ativos, além de contar com a rede de mais de 4,6 mil agências do Banco Bradesco.

A Bradesco Seguros também foi pioneira em seu segmento na implantação de uma Ouvidoria de Clientes. Um canal de comunicação, com o objetivo de solucionar eventuais problemas de atendimento. Uma estrutura que funciona dentro dos mais rigorosos padrões de qualidade.

Diferenciais que consolidam cada vez mais a marca do Grupo Bradesco de Seguros no mercado brasileiro.

Uma marca construída a partir do resultado de suas quatro seguradoras.

Dicas do seguro Auto: pecados contra o pneu
Rolar para o topo
error: Content is protected !!
×

olá!

clique em um dos nossos representantes abaixo para conversar no WhatsApp ou envie-nos um e-mail para corretora@claroseguros.com.br

× Posso ajudar?