As regras para pagar o IPVA, que começa a vencer na terça-feira, dia 09

AS REGRAS PARA PAGAR O IPVA, QUE COMEÇA A VENCER NA TERÇA-FEIRA, DIA 09

O ano mal começou, mas quem tem carro e/ou moto já deve se programar para pagar o IPVA. O vencimento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores começa na próxima terça-feira, dia 9, no caso de placas com final 1. É possível quitar a taxa à vista, com desconto de 3% (em janeiro), e sem desconto (em fevereiro) ou parcelar em três vezes.

A boa notícia é que o imposto ficou mais barato em 2018. A má é que isso ocorreu por causa da queda do valor de venda de veículos usados. A alíquota não mudou: carros a gasolina e flexíveis e picapes registrados na capital paulista pagam 4%. Modelos movidos a etanol, elétricos e a gás recolhem 3%, enquanto ônibus, motos e quadriciclos recolhem 2%.

A frota registrada no Estado de São Paulo é de cerca de 24 milhões de veículos. Desses, 17,5 milhões pagam IPVA. Os demais são isentos por motivos especiais ou por terem sido fabricados há mais de 20 anos.

Juntamente com a primeira parcela ou cota única do IPVA é possível adiantar o licenciamento de 2018. O pagamento também é feito nas agências dos bancos conveniados com o Detran-SP e o documento chega em até 20 dias quando o envio é solicitado pelo Correio.

Adiantar o licenciamento é opcional. O calendário regular de pagamento desse imposto vai de abril a dezembro.

Atrasar o pagamento do IPVA gera multa de 0,33% ao dia. Após 60 dias, o acréscimo é de 20% do valor devido. Além disso, a inadimplência impede o licenciamento do veículo e o proprietário do veículo está cometendo infração gravíssima. Se for flagrado em uma blitz, fica sujeito a sete pontos na CNH e multa de R$ 293,47.

SEGURO OBRIGATÓRIO

O DPVAT deve ser pago à vista por meio de guia disponível no site da Seguradora Líder, responsável pela cobrança no Estado, ou nos bancos conveniados. O vencimento é o mesmo da cota integral do IPVA. Veículos isentos de IPVA pagam o seguro obrigatório juntamente com o licenciamento.

Os valores do seguro obrigatório para veículos, o DPVAT, vão ter redução de 35% em 2018, exceto para a categoria motos. As mudanças foram publicadas no Diário Oficial desta sexta-feira (22) pela Superintência de Seguros Privados (Susep).

Veja a tabela do DPVAT 2018 (sem considerar taxa e imposto):

– Automóveis: R$ 41,40 (era de R$ 63,69)

– Motocicletas: R$ 180,65 (foi mantido o valor)

– Caminhões e caminhonetes: R$ 43,33 (era de R$ 66,66)

– Ônibus e micro-ônibus com cobrança de frete e lotação: R$ 160 (era R$ 246,23)

– Ônibus e micro-ônibus sem cobrança de frete ou lotação de até 10 passageiros, com cobrança de frete: R$ 99,24 (era de R$ 152,67)

– Ciclomotores de até 50 cilindradas (‘cinquentinhas’): R$ 53,24 (era de R$ 81,90)

Os valores do DPVAT 2018 ficam um pouco maiores com imposto (IOF):

Valores do DPVAT com imposto

Automóveis e camionetas particulares R$ 45,72
Caminhões e picapes até 1,5 t de carga R$ 47,66
Ônibus e micro-ônibus com cobrança de frete R$ 164,82
Micro-ônibus até 10 passageiros e ônibus sem cobrança de frete R$ 103,78
Ciclomotores R$ 57,61
Motocicletas R$ 185,50

Valor da taxa de licenciamento em 2018 para todos os veículos: R$ 87,38.

Deixe uma resposta