Seguro de carro mais barato poderá sair do papel

Claro, é Seguro!

Seguro de carro mais barato poderá sair do papel

19 de julho de 2016 seguro-carro Seguros Seguros 0

Criada em março deste ano, a regra que poderá colocar no mercado seguros de automóveis com preços cerca de 30% mais baratos poderá finalmente sair do papel nos próximos meses.

A Susep (Superintendência de Seguros Privados), órgão do governo federal que regula o setor, avalia permitir que os chamados contratos de seguros populares liberem o uso, na manutenção dos carros, de peças novas que não sejam originais. Elas são conhecidas como peças paralelas.

A liberação desse tipo de material é uma exigência das seguradoras, sem a qual o seguro popular é considerado inviável para a comercialização. A resolução que criou a nova modalidade de seguro permite apenas reparos com peças originais recuperadas de veículos parcialmente destruídos.

Nova modalidade começou a valer há dois meses, mas não houve interesse por parte das seguradoras, que reclamam de exigência. Susep avalia o caso.

Seguro Para Carro Claro SegurosSeguro popular para carros ainda não é oferecido por seguradoras do país
Nova modalidade começou a valer há dois meses, mas não houve interesse por parte das seguradoras, que reclamam de exigência. Susep avalia o caso.
FACEBOOK
Começou a valer há dois meses uma nova modalidade de seguro popular e mais barata. Só que as seguradoras não se interessaram e esse seguro, na realidade, não existe.
Falta um acordo entre seguradoras e montadoras de automóveis para que o seguro seja oferecido.

Pelas regras, o carro poderá ser consertado com peças usadas ou até recondicionadas, vindas de empresas credenciadas que fazem desmonte de carros.
Essa exigência não agradou as seguradoras: reclamam que não existem peças usadas no mercado e de qualidade para fazer as reposições.
A frota de carros no Brasil mais que dobrou em dez anos. São 60 milhões de veículos nas ruas.

Mas a grande maioria dirigidos por motoristas que não têm garantia de ressarcimento ou de conserto do carro em caso de acidente: só 30% (17,5 milhões) estão segurados.
Boa parte dos motoristas gostaria de fazer um seguro, desde que o preço fosse menor. Esse ano foram criadas regras para permitir o auto seguro popular, que teria custos até 20% menores que o convencional.

Seguro de carro mais barato poderá sair do papel

As regras definidas pela Susep em março preveem que, no seguro popular, a empresa pode fazer consertos nos carros com peças usadas ou recondicionadas, vindas de empresas credenciadas que fazem desmonte de carros. Mas essas peças têm que ser originais de fábrica.

Essa exigência acabou tirando o interesse das seguradoras. A Confederação Nacional de Seguros Privados diz que o seguro popular ainda não foi oferecido porque não há peças usadas em número suficiente para abastecer o mercado de seguro.

A proposta das empresas é permitir a utilização também de peças novas, mas de outros fabricantes, do mercado alternativo, que são semelhantes às originais, porém mais baratas.

A Susep lembra que itens de segurança, como airbag, freio e amortecedor não entram nessa regra. Se houver necessidade de substituição, tem que ser por novos e originais. E reconhece que está mesmo analisando a proposta das empresas.

Esse é o papel que a ‘Claro, é Seguro’, faz questão de ocupar na sua vida; o de uma empresa que sabe que só será bem-sucedida se ajudar a construir um ambiente economicamente saudável.
Experimente o seguro Auto PortoSeguro e sinta a diferença no atendimento.

Se preferir, ligue para:
(16) 3010–9087 – (11) 994 104 681 – Claro Seguros – Araraquara – SP
whatsaap_ClaroSeguros
(16)981 013 866 – WhatsApp
; ou envie um e-mail
para: corretora@claroseguros.com.br
faca-uma-cotacao-seguro-auto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *